quarta-feira, 17 de maio de 2017

Mãe é sagrada



A palavra "sagrado" provém do latim sacrum, que se referia aos deuses ou a alguma coisa em seu poder.
O Ganges é considerado um rio sagrado pela população hindu da Índia. Eles acreditam que a deusa Ganga desceu do céu para habitar o rio, por isso eles tomam banho e bebem a água do rio, acreditando que seus pecados serão purificados

O Chefe Índio Seattle escreveu ao Grande Chefe de Washington
Como podereis comprar ou vender o céu? Como podereis comprar ou vender o calor da terra?...Para o meu povo, não há um pedaço desta terra que não seja sagrado. Cada agulha de pinheiro cintilante, cada rio arenoso, cada bruma ligeira no meio dos nossos bosques sombrios são sagrados para os olhos e memória do meu povo.... Ensinai aos vossos filhos o que nós ensinamos aos nossos sobre a terra: que a Terra é nossa Mãe e que tudo o que lhe acontece a nós acontece aos filhos da terra.
Sagrado é algo de que somos diretamente dependentes. Material e espiritual, de forma profunda. Podemos dizer que estamos aqui, estamos vivos graças a nossa Mãe Sagrada. Falo da nossa Mãe de fato. Aqui do nosso planeta.

      Mesmo antes de nascer ela nos alimenta, acaricia. Do seu peito extraímos a seiva que nos move desde os primeiros momentos de vida. Dela dependemos para aprender a chorar e sorrir. Ser tristes e alegres. Meigos e fortes. 

      Porque invocar deuses, religiões, milagres, espíritos, mas temos, entre nós, ao nosso lado, de forma simples, presente, o aconchego e o carinho de quem estava, e está, com Deus, veio até aqui na terra, de corpo e alma, para nos purificar. Tudo que acontece a ela, acontece a nós.

"Mãe, pequena palavra com grande significado."

Nada é mais verdadeiro, nada é mais sagrado do que A NOSSA MÃE!
     
 Porto Alegre, 12 de maio de 2017.
Jorge Luiz Bledow

2 comentários:

  1. Excelente reflexão! Bem apropriado.
    Muitas vezes buscamos no distante o que poderemos encontrar tão próximo...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...